segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Acordado

Estava eu acordando de uma pesadelo quando vi você linda, maquiada, criança, tive medo mas aceitei você como é.

A principio estava preso ao passado, o tempo passou e cada vez mais estava apaixonado por ti, sem saber o que viria depois me entreguei loucamente, sem medo caminhei ao seu encontro, fiz dessa vida amarga de ilusões o mais lindo sonho do qual não quero despertar, porque se acordar pode isso não ter passado apenas de um sonho e sem esse sonho não saberia.

Dos labirintos lancinantes, das curvas do seu corpo perfeito quero ser espectador casa pinta quero biografa, queria ser o descobridor

Noite a fio a pensar do passado tão cruel comigo tão sofredor, de tantos que teve lava-me a pensar, leva-me a penar queria ser o único a saber o gosto de seus lábio, queria ser o único, é apenas meu egoísmo que fala mais alto, um ciúme bobo do passado que se pudesse apagaria.

Possibilidades batem a sua porta, fazendo uma possível partida, ao saber fazem-me sentir o gosto das lágrimas, farei de tudo para que isso não aconteça, se for preciso buscarei uma estrela, o sol, só pra você não partir, porque estou viciado em você, se for preciso minha vida daria pra que isso não aconteça.

O amar sem dizer “eu te amo” é meu jeito de amar, “eu te amo” são apenas palavras, não existe palavras que expliquem, é meu jeito, quieto, tímido escondido, mas importante o único de todos que realmente te ama e sabe o que você é.


AS LÁGRIMAS TEM GOSTO DA ÁGUA DO MAR


FF


19/01/09

2 comentários:

Annie Rose disse...

Realmente o Amor bate a porta e Clama.
Doces e lindas Palavras Eric ;)

Michael disse...

EMOcionei ;'(